A PODA DAS AMEIXEIRAS

Creio que não existe um consenso geral sobre a melhor época para fazer a poda das ameixeiras. Independentemente do tipo de poda e da variedade das árvores, que pode obrigar a que esse trabalho deva ser feito em alturas diferentes do ano, não encontrei uma opinião generalizada que indicasse que essa poda, de um modo geral, deva ser feita no final do inverno, embora a prática corrente seja fazer a poda de quase todas as árvores nessa altura.

John Seymour, agricultor e naturalista, no seu livro “Guia Prático Ilustrado da Auto-Suficiência”, diz o seguinte sobre as ameixeiras:

Espécies
Sob a designação de ameixas, podemos distinguir muitas espécies. As ameixas contêm tanto açúcar natural que, ao secarem, não fermentam enquanto não se lhes retirar o caroço.

As ameixeiras não se autofecundam, pelo que é necessário escolher espécies que se fecundem umas às outras, sob pena de não se colher um só fruto. Se for plantada uma só árvore, verifique se os seus vizinhos têm ameixeiras e selecione uma espécie que possa ser fecundada por elas.

Poda
Nunca se poda uma ameixeira com menos de três anos de idade. Além disso, a poda deve iniciar-se no final da primavera, para que não surjam doenças.
Todos os ramos demasiado carregados devem ser cortados. Depois, deve encurtar os ramos maiores para 30 cm e os mais novos para 15 cm; isto atrasa o seu desenvolvimento e permite uma maior colheita de frutos. Se ao longo do verão aparecerem ramos mortos ou apodrecidos, corte-os a partir da ferida e dê-lhes uma ligeira pintura no ponto de corte. Nunca se podam as ameixeiras no inverno. (os sublinhados são meus)

Manutenção
Manchas prateadas nas folhas é sinal de doença grave. Os rebentos e pequenos ramos apresentam-se castanhos no interior. Corte estas folhas e ramos até que encontre madeira sã, não escurecida por dentro. Depois faça um entalhe com o canivete, desde os ramos cortados até ao solo, descendo pelo tronco. Creio que não é preciso salientar que todas as folhas e ramos cortados devem ser queimados, para evitar o agravamento da praga.

Colheita
Se quer conservar as ameixas durante algum tempo, pode colhê-las logo que a sua pele esteja coberta de uma fina “poeira”. Logo que a ameixa se apresentar mole, é porque está com um sabor perfeito.

Uma das ameixeiras podadas.
Já há algum tempo que sabia existir alguma “polémica” quanto à poda das ameixeiras, mas sempre podei as minhas no final do inverno e não posso dizer que os resultados tenham sido totalmente positivos ou negativos. Fico pelo meio termo porque tenho quatro ameixeiras e em duas não me posso queixar, pois que sempre produziram bem, sem problemas de maior, mas nas outras duas já assim não tem acontecido, sendo que uma delas não dá mais do que meia dúzia de frutos por ano. Não posso afirmar que isso aconteça por causa da poda, mas também não posso dizer que o não seja.

Este ano resolvi podar as minhas ameixeiras no verão, para ver o que acontece. É apenas uma experiência com a qual espero não me vir a dar mal. Devo dizer que a decisão de podar as ameixeiras no verão, o que fiz há poucos dias, foi um pouco forçada pelas circunstâncias, dado que com a construção da minha cabana de troncos, que foi implantada junto a duas dessas árvores, fui obrigado a cortar alguns ramos para facilitar o trabalho da construção. Depois, como não me parecia bem deixar as árvores naquele estado, acabei por efetuar a poda completa dessas árvores, que são precisamente as que produzem mais, e também das outras duas. Vamos a ver se a poda no verão resulta e se é para continuar, ou não…


Comentários

  1. Boas. Já têm resultados desta poda de verão?
    Já lhe é possivel ter conclusões?

    Obrigado
    Marco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os resultados foram excelentes, de tal modo que decidi continuar a fazer a poda no final do verão. A última foi em Setembro deste ano e certamente irei continuar assim. As ameixeiras têm produzido bem, os frutos são ótimos e não tenho tido problemas com doenças.
      Por enquanto ainda não me atrevi a podar as outras árvores na mesma altura, mas estou a pensar no próximo ano podar algumas outras árvores, de espécies diferentes, para ver o que acontece...

      Excluir

Postar um comentário